Blog do Osmar Pires

Espaço de discussão sobre questões do (ou da falta do) desenvolvimento sustentável da sociedade brasileira e goiana, em particular. O foco é para abordagens embasadas no "triple bottom line" (economia, sociologia e ecologia), de maneira que se busque a multilateralidade dos aspectos envolvidos.

My Photo
Name:
Location: Goiânia, Goiás, Brazil

É doutor em Ciências Ambientais, mestre em Ecologia, bacharel em Direito, Biologia e Agronomia. É escritor, membro titular da cadeira 29 (patrono: Attílio Corrêa Lima)da Academia Goianiense de Letras (AGnL). É autor dos livros: A verdadeira história do Vaca Brava e outras não menos verídicas.Goiânia: Kelps/UCG,2008. 524 p.; Arborização Urbana & Qualidade de Vida. Goiânia: Kelps/UCG, 2007.312 p.; Perícia Ambiental e Assistência Técnica. 2. ed. Goiânia: Kelps/PUC-GO, 2010. 440 p.; Introdução aos Sistemas de Gestão Ambiental: teoria e prática. Goiânia: Kelps/UCG, 2005. 244 p.; Conversão de Multas Ambientais. Goiânia: Kelps, 2005, 150 p.; e, Uma cidade ecologicamente correta. goiânia: AB, 1996. 224 p. É coautor da obra: TOCHETTO, D. (Org.). Perícia Ambiental Criminal. 3. ed. Campinas, SP: Millennium, 2014. 520 p. Foi Secretário do Meio Ambiente de Goiânia (1993-96); Perito Ambiental do Ministério Público/GO (97-03); e, Presidente da Agência Goiana do Meio Ambiente (2003-06). Recebeu da Academia Goiana de Letras o troféu Goyazes Nelly A.de Almeida no gênero Ensaio em 2007 e da União Brasileira de Escritores/GO o troféu Tiokô de Ecologia.

Friday, April 28, 2017

28 DE ABRIL DE 2017: UM DIA HISTÓRICO! GREVE GERAL NO BRASIL, A QUARTA EM 200 ANOS.

Osmar Pires Martins Júnior
B.Sc. em Direito; M.Sc.; D.Sc.

Uma palavra - susto - sintetiza a reação à palavra GREVE GERAL pelos golpistas tupiniquins.
A expressão facial e corporal acima encarna a conduta adotada por notáveis figuras do Brasil Pós-golpe 16 de abril de 2016.

OS GOLPISTAS ESTÃO MUITO ASSUSTADOS
O Temeroso presidente impostor fugiu do povo como o diabo da cruz.
O porta-voz da camarilha, o ministro golpista da (in)Justiça, Serraglio (que se refere ao chefe da Máfia da Carne Podre como "meu chefe").
Os satélites golpistas, como o prefeito paulistano João Doria.
O presidente Fiesp, e seus "patos patetas que tanto fizeram que foram palar na panela".
Pegos no contra-pé, exclamaram: "não houve greve geral, mas pífias (sic) manifestações esparramadas pelo país".


SARDA-E-BREGA
O editor da rádio que troca a notícia, uma especialidade da Glöbo - departamento de propaganda de todo e qualquer governo golpista no Brasil, exclamou, de susto também: "não houve greve geral, mas paralisação do transporte coletivo".
E para reforçar seu "raciocínio", Sarda-e-Brega deu o "encabuloso" (encabulado + espantoso) exemplo: 
[...] no ABC paulista, berço do sindicalismo e do Lula (sic), as fábricas pararam (sic) por causa de uma negociata (sic) dos sindicatos com os donos das fábricas [...] (Sardenberg da CBN, em 28/04/2017, 18:30) 
A REVELAÇÃO DO OPOSTO
A tentativa ridícula de minimizar, como se não existisse o que todos viram, viveram e sentiram hoje, no Brasil, revela o oposto.
Antes do fatídico dia 28, o silêncio sepulcral da mídia e dos governistas; depois do dia 28, a narrativa assustada, desconfortável e desconexa daqueles que não acreditavam ou apostavam tudo para não ocorrer o que acabou acontecendo.


UM DIA HISTÓRICO
O fato histórico de hoje, 28/04/2017: a primeira GRANDE GREVE GERAL UNIFICADA do último meio século de
 história de luta do povo brasileiro e a quarta em duzentos anos, após a Independência do Brasil.
Um movimento paredista nacional, que unificou todas as centrais sindicais e paralisou com sucesso as mais importantes categorias profissionais de todos os setores estratégicos da economia do país - comércio, setor público, indústria, transportes, bancos.
Além da GREVE GERAL, os cidadãos foram às ruas protestar e bradar em alto e bom Som os motivos do movimento paredista e contra quem os protestos são dirigidos: contra as reformas trabalhista e previdenciária do governo golpista Temer!


A PAUTA, CLARÍSSIMA
Contra a reforma da CLT, em defesa dos direitos do trabalho!
Contra a reforma da previdência, em defesa dos direitos previdenciários do povo brasileiro!
Fora Temer, por eleições diretas já para Presidente!

Viva os trabalhadores do Brasil!
Grevistas em SP vão fazer visitinha à mansão do MT (Largo do Batata, São Paulo, 28 de abril de 2017. Foto: Ricardo Stuckert)
Imagem que a Globo não mostrou: grevistas no Largo do Batata, em São Paulo - SP, 28/04/2017, protestaram em frente à residência do golpista Temer (foto Ricardo Stuckert)

0 Comments:

Post a Comment

<< Home