Blog do Osmar Pires

Espaço de discussão sobre questões do (ou da falta do) desenvolvimento sustentável da sociedade brasileira e goiana, em particular. O foco é para abordagens embasadas no "triple bottom line" (economia, sociologia e ecologia), de maneira que se busque a multilateralidade dos aspectos envolvidos.

My Photo
Name:
Location: Goiânia, Goiás, Brazil

É doutor em Ciências Ambientais, mestre em Ecologia, bacharel em Direito, Biologia e Agronomia. É escritor, membro titular da cadeira 29 (patrono: Attílio Corrêa Lima)da Academia Goianiense de Letras (AGnL). É autor dos livros: A verdadeira história do Vaca Brava e outras não menos verídicas.Goiânia: Kelps/UCG,2008. 524 p.; Arborização Urbana & Qualidade de Vida. Goiânia: Kelps/UCG, 2007.312 p.; Perícia Ambiental e Assistência Técnica. 2. ed. Goiânia: Kelps/PUC-GO, 2010. 440 p.; Introdução aos Sistemas de Gestão Ambiental: teoria e prática. Goiânia: Kelps/UCG, 2005. 244 p.; Conversão de Multas Ambientais. Goiânia: Kelps, 2005, 150 p.; e, Uma cidade ecologicamente correta. goiânia: AB, 1996. 224 p. É coautor da obra: TOCHETTO, D. (Org.). Perícia Ambiental Criminal. 3. ed. Campinas, SP: Millennium, 2014. 520 p. Foi Secretário do Meio Ambiente de Goiânia (1993-96); Perito Ambiental do Ministério Público/GO (97-03); e, Presidente da Agência Goiana do Meio Ambiente (2003-06). Recebeu da Academia Goiana de Letras o troféu Goyazes Nelly A.de Almeida no gênero Ensaio em 2007 e da União Brasileira de Escritores/GO o troféu Tiokô de Ecologia.

Thursday, June 23, 2016

QUAL O TEMOR DE TEMER?


Osmar Pires Martins Júnior
Bacharel em Direito, Agronomia e Biologia.
Doutor em C. Ambientais e Mestre em Ecologia.

O presidente em exercício tem pavor do futuro, diante da falta de legitimidade de seu governo interino.
Por isso, ele teme a proposta do Plebiscito para Novas Eleições Presidenciais.
Isso foi revelado na entrevista de ontem, 21.06.2016, na GloboNews.

Veja (de verdade):
"[...] Eu não acho útil [plebiscito para o povo decidir sobre novas eleições] para a senhora presidente.Porque, no instante em que ela diz que aceita um plebiscito para eleições, é porque ela deseja voltar para depois não governar.Não é útil porque, se vai voltar para depois convocar eleições, então é porque não quer governar [...]" (Michel Temer à Roberto D'Avila)

A verdade:
O plebiscito é uma saída democrática para o País, que devolva à população um governo com legitimidade.
A proposta de novas eleições é defendida pela esmagadora maioria do povo brasileiro, conforme apontam todas as pesquisas realizadas.
O ilegítimo teme o plebiscito pois não tem voto; já a legítima presidenta Dilma tem legitimidade (54 milhões de votos) e busca a legalidade para avançar na construção da democracia!

Conclusão:
O tão famigerado apego ao poder, que os opositores traduziram na acusação de "uma quadrilha que assaltou o governo federal", se revela uma farsa.
Os assaltantes do poder são aqueles que, destituídos de legitimidade e de legalidade, destroem direitos e políticas sociais.
A presidenta legal e legitimamente eleita pensa no Brasil, nas políticas públicas e nas futuras gerações!

0 Comments:

Post a Comment

<< Home