Blog do Osmar Pires

Espaço de discussão sobre questões do (ou da falta do) desenvolvimento sustentável da sociedade brasileira e goiana, em particular. O foco é para abordagens embasadas no "triple bottom line" (economia, sociologia e ecologia), de maneira que se busque a multilateralidade dos aspectos envolvidos.

My Photo
Name:
Location: Goiânia, Goiás, Brazil

É doutor em Ciências Ambientais, mestre em Ecologia, bacharel em Direito, Biologia e Agronomia. É escritor, membro titular da cadeira 29 (patrono: Attílio Corrêa Lima)da Academia Goianiense de Letras (AGnL). É autor dos livros: A verdadeira história do Vaca Brava e outras não menos verídicas.Goiânia: Kelps/UCG,2008. 524 p.; Arborização Urbana & Qualidade de Vida. Goiânia: Kelps/UCG, 2007.312 p.; Perícia Ambiental e Assistência Técnica. 2. ed. Goiânia: Kelps/PUC-GO, 2010. 440 p.; Introdução aos Sistemas de Gestão Ambiental: teoria e prática. Goiânia: Kelps/UCG, 2005. 244 p.; Conversão de Multas Ambientais. Goiânia: Kelps, 2005, 150 p.; e, Uma cidade ecologicamente correta. goiânia: AB, 1996. 224 p. É coautor da obra: TOCHETTO, D. (Org.). Perícia Ambiental Criminal. 3. ed. Campinas, SP: Millennium, 2014. 520 p. Foi Secretário do Meio Ambiente de Goiânia (1993-96); Perito Ambiental do Ministério Público/GO (97-03); e, Presidente da Agência Goiana do Meio Ambiente (2003-06). Recebeu da Academia Goiana de Letras o troféu Goyazes Nelly A.de Almeida no gênero Ensaio em 2007 e da União Brasileira de Escritores/GO o troféu Tiokô de Ecologia.

Thursday, June 23, 2016

A LUTA PELO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, CONTRA O GOLPE E O ESTADO DE EXCEÇÃO

Osmar Pires Martins Júnior
Bacharel em Direito, Agronomia e Biologia,
Doutor em C. Ambientais e Mestre em Ecologia.

A operação "Custo Brasil" é a expressão da hipocrisia nacional:
Um bandido comprovadamente culpado, solto: Eduardo Cunha, ladrão do povo com milhões de dólares na Suíça, gastando todo mês R$ 500 mil de dinheiro público e comandando a Câmara Federal na maior desfaçatez...
Já um cidadão investigado é preso sem processo judicial, sem prova de crime, portanto inocente: Paulo Bernardo ex-ministro de Lula e de Dilma.
Na mesma operação, a Polícia Federal invadiu a residência funcional da Senadora da República, Gleisi Hoffmann, do PT, esposa do ex-ministro que foi preso.

OPERAÇÃO CUSTO BRASIL MIROU O PT E PROTEGEU O PSDB!
A cada dia, novas decisões tomadas pelos agentes políticos dominantes desmascaram o aspecto judiciário do Golpe Parlamentar contra Dilma e a Democracia!

"[...] A Consist Software [alvo da operação Custo Brasil que levou à prisão do marido e a invasão da senadora do PT], atuou entre 1994 e 2012 em contratos diretos com órgãos ligados aos governos estadual e municipal nas gestões tucanas de Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, sem nenhuma licitação, obtendo um montante de mais de R$ 100 milhões [...]" (Patricia Faermann, Jornal GGN. Disponível em: <http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/240023/Consist-teve-contratos-milion%C3%A1rios-sem-licita%C3%A7%C3%A3o-em-gest%C3%B5es-tucanas.htm>)

ESTADO DE EXCEÇÃO
A "operação espetaculosa" Custo Brasil ocorreu dois dias depois do encontro "fora da agenda oficial", entre o ministro golpista da Justiça (P$DB-SP) e o juiz Moro, em Curitiba.
O pedido de prisão partiu de promotores de (in)Justiça reconhecidamente parciais do MP-SP.
A prisão de inocente foi determinada por juiz de primeiro grau de uma comarca paulista.
O juiz autorizou ilegalmente a apreensão de material e invasão da residência funcional de senadora da República.
O juiz da comarca afrontou decisão do STF que anulou inquérito da PF contra a senadora do PT.
Só o STF tem poder para autorizar investigação de Senador da República.
O juiz da comarca paulista e a PF cometeram abuso de autoridade, desrespeito à Constituição.
O atuação do ministro golpista em conluio com o juiz Moro representa escancarada ingerência do Presidente interino da República no Poder Judiciário.

O objetivo da "Operação Custo Brasil" é político: desviar o foco da Lava Jato que vinha desvendando a participação de integrantes do governo Temer no esquema de corrupção na Petrobras e que derrubou três ministros golpistas.

CONTA-GOLPE
O golpe deu o contra-golpe. O governo golpista mostrou suas garras, suas presas e sua falta total de escrúpulos para se manter no Poder, sem a legalidade do sufrágio e sem a legitimidade do voto!
O pior virá, se o golpe se consolidar com aprovação do impeachment no Senado Federal. Aguardem!
A conta do golpe será cobrada, com suor, lágrimas e sangue dos trabalhadores, estudantes, aposentados, servidores públicos, artistas, intelectuais, escritores e excluídos da sociedade.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home